sexta-feira, 21 de maio de 2010

Chá comigo!

Bem, vou começar pelo fim e entregar a conclusão do post. Eu sou influenciável.

Pois bem, a umas duas semanas atrás ganhei uma caneca de presente, e decidi leva-la para o trabalho, como objetivo eu pretendia substituir os copos descartáveis no qual eu não considero muito agradável. Daí surgiu a idéia de fazer um chá para estreia-la, e então comprei duas caixinhas de chá, uma de camomila e outra de mate.
Antes de continuar devo dizer que eu já havia tomado chá antes de ganhar minha caneca, eu realmente gosto do paladar, acho agradável, e não, eu não quero parecer requintado, pomposo.
Agora, com o consumo mais frequente desta bebida vem a vontade de descobrir novos sabores, fugir dos chás de pacotinho, descobrir o ponto certo de infusão, sendo que o fato de pensar nisto me assusta, pois não é comum círculo de pessoas com quem convivo consumir esta bebida. Me sinto um estranho no ninho.
Mas como curioso que sou, não pude deixar de pesquisar e tirar minhas dúvidas. Então firmo um compromisso aqui, depois de aprender a cultivar minhas próprias ervas, aprender a seca-las, aprender o tempo e temperatura de infusão, enfim, quando passar a ter conhecimento volto e posto novamente sobre o assunto.

0 comentários:

Postar um comentário